Site Responsivo

Site Responsivo

Vivemos numa era em que um site responsivo não pode ser considerado uma inovação! Por outro lado, trata-se de um componente essencial em qualquer plano de SEO, independentemente da indústria, em questão.

Faça o exercício de olhar em seu redor! No seu escritório, na paragem do autocarro, no shopping, na praia, no café, por exemplo. Alguém deve de estar com um smartphone na mão, certo?

É um comportamento tão comum que não pensar em como isso influência o seu negócio, é ficar para trás.

É preciso que o seu negócio esteja à mão dos utilizadores! A probabilidade do utilizador consultar um site e ter uma má experiência, migrando para um site concorrente é enorme. Portanto, conte com a TeraStudio, para o ajudar!

 

O que são sites responsivos?

Um site responsivo é aquele em que o design e o desenvolvimento devem corresponder ao comportamento e ao ambiente do utilizador. Com base no tamanho, na plataforma e na orientação da tela. Na prática, isto traduz-se em layouts e imagens flexíveis.

Caso o utilizador mude do desktop para o dispositivo móvel, o site deve alterar automaticamente. De modo, acomodar a resolução, o tamanho da imagem e as capacidades de script.

Em outras palavras, o site deverá estar preparado para responder automaticamente às preferências do utilizador. Um site responsivo muda a sua aparência e disposição com base no tamanho da tela, em que o site é exibido. Por exemplo, caso tenha uma tela pequena, os elementos reorganizam-se para lhe mostrar os elementos principais em primeiro lugar.

 

Diferenças entre site responsivo e uma versão mobile

Site responsivo é aquele que é projetado para se adaptar a qualquer tipo de tela. Tratando-se de um único código que funciona em diferentes resoluções e tamanhos.

No entanto, uma versão mobile trata-se de um segundo site, em separado. Feito exclusivamente para ser aberto em determinados tipos de dispositivos.

O recomendado, por diversas razões, que apresentamos de seguida, é que o site seja responsivo!

 

Preciso de atualizar o meu site para responsivo?

Sem qualquer dúvida! A compatibilidade de um site com dispositivos móveis é um fator de classificação nos resultados de pesquisa do Google.

Hoje em dia, é fundamental que o seu site seja responsivo! Não só pela experiência de navegação que deve passar para o utilizador, como também aumentar a sua relevância.

O mercado web é muito dinâmico! Se o utilizador esperar muito para abrir o site ou tiver restrições na navegação, irá fechar imediatamente o site. E, de imediato, pesquisar outro em que não tenha os mesmos problemas e que satisfaça igualmente as suas necessidades.

 

Estatísticas de Sites Responsivos:

  • Mais de 50% dos utilizadores da internet pesquisam em dispositivos móveis e tablets;
  • A cada 10 utilizadores que tiveram dificuldades em aceder a um site, via móvel, mais de metade não regressaram;
  • Se o utilizador aceder a um site via dispositivo móvel e a experiência não for a esperada, há 61% de probabilidade de desistir e ir para um concorrente;
  • Se o utilizador aceder a um site e tiver uma experiência positiva, a probabilidade de conversão é de 67%;
  • Mais de 60% dos sites não são responsivos!

 

site responsivo

 

Quais os motivos para ter um site responsivo?

  • A navegação web em dispositivos móveis ultrapassou a de desktop.
  • O Google favorece sites que atendam às necessidades dos utilizadores. Ou seja, que incorporem um design responsivo.

 

1. Melhor Usabilidade

O design responsivo facilita muito para que os utilizadores naveguem no site e o leiam. O resultado de um website responsivo é uma experiência de utilizador aprimorada. Traduzindo-se, certamente, num maior tempo de permanência.

A experiência do utilizador é tudo, e traz resultados concretos. Como resultado, o Google recompensará sites que atendam favoravelmente à experiência desses utilizadores.

 

2. Melhor classificação de SEO

O Google favorece websites responsivos. E, por isso, quando a pesquisa é feita via dispositivos móveis, acaba por dar preferência a esses sites, aumentando naturalmente a sua classificação orgânica.

Portanto, ter um site responsivo permite que este apareça nos primeiros resultados orgânicos de SEO. Independentemente do dispositivo que o utilizador esteja a utilizar.

 

3. Melhor e maior velocidade da página

O tempo de carregamento da página é um fator de classificação no ranking do Google. Todos os sites devem ser otimizados para serem carregados no menor tempo possível.

A mensagem que o Google tem vindo a transmitir ao longo dos anos é que “sites de carregamento rápido são favorecidos nos motores de busca”.

Além disso, sites responsivos normalmente são carregados mais rapidamente, resultando numa experiência de utilizador mais positiva.
Teste a velocidade do seu site tanto em dispositivos móveis como desktop, através do Google PageSpeed Developers.

 

4. Diminuir a Taxa de Rejeição

A taxa de rejeição relaciona-se com o tempo de permanência no site. O Google toma atenção ao comportamento do utilizador em cada site. Pode ser considerado um tempo de permanência curto quando os utilizadores deixam o site quase tão rápido como entraram.

Um dos motivos para uma taxa de rejeição alta é o conteúdo encontrado não ter sido o desejado. Outro dos motivos é o design, que muitas vezes supera o conteúdo. Ou seja, o conteúdo pode ser bom, mas se o design não for responsivo os utilizadores acabam por abandonar o site.

É importante considerar atentamente a taxa de rejeição. Uma vez que, caso esta seja muito elevada, pode ser interpretada pelo Google como uma página de conteúdo pouco relevante. E com isso, o site pode perder posição na classificação de ranking.

 

5. Aumentar as vendas

Ter uma aplicação e/ou um site responsivo para e-commerce é uma maneira de conseguir aumentar as vendas.

 

6. Aumentar a Taxa de Conversão de Leads

Do mesmo modo que existe um aumento de vendas, existe também a possibilidade de aumentar a conversão e gerar leads.
Se utiliza as redes sociais para promover os seus produtos/serviços é essencial que o site seja responsivo. Ao navegar pelas redes sociais, o utilizador, pode encontrar o link do seu site. E, caso este não seja responsivo a probabilidade de abandono é muito elevada.

 

7. Aumentar as partilhas nas Redes Sociais

O design responsivo foi criado, também, para facilitar a partilha social pelos utilizadores em dispositivos móveis. Essas partilhas podem ajudar o público a crescer. E, por sua vez, o alcance de um público maior significa mais tráfego.

Um site que não seja responsivo terá dificuldade em convencer os utilizadores a navegar pelos botões de partilha.

 

8. Adaptar-se até a dispositivos futuros

Uma das maiores vantagens de ter um site responsivo é que este contempla diferentes resoluções. E desta forma, independentemente da resolução que o utilizador esteja a utilizar, o layout do site irá adaptar-se.
Por isso, mesmo que sejam criados dispositivos com resoluções diferentes das atuais, o site responsivo irá sempre adaptar-se a elas.

 

9. Menor conteúdo duplicado

As empresas que decidiram criar um site em separado para dispositivos móveis têm dificuldade em gerir problemas de conteúdo duplicado. Ter um site separado exige o uso de um URL separado. Ou seja, dois URLs do mesmo site e o mesmo conteúdo. Isso originará classificações mais baixas nos resultados de pesquisa do Google.

Com um site responsivo, este problema ficará colmatado, uma vez que irá ter um único URL independentemente do dispositivo usado. E por sua vez, isso irá favorece-lo no ranking, uma vez que o conteúdo não é classificado como duplicado.

 

10. Melhor experiência do utilizador

Melhorar a experiência do utilizador no site é outra maneira de melhorar os rankings no Google. Garanta que os utilizadores podem navegar por todo o site sem problemas, e assim terá melhores resultados em SEO.
As pessoas não abandonam sites dos quais estão a gostar!

 

Um design responsivo ajuda o SEO?

É certo que o Google prefere sites responsivos! São mais eficientes para rastrear, indexar e organizar o conteúdo. O design responsivo aumenta o desempenho do utilizador. Pois, podem compartilhar e interagir com o conteúdo e com o respetivo site.

Com os utilizadores satisfeitos o Google fica feliz, dando a um site responsivo uma classificação mais alta no ranking. Que leva a que normalmente tenha uma taxa de rejeição menor.

Além disso, sites responsivos representam melhores taxas de conversão. Permitindo que se mantenha à frente da concorrência e com melhor classificação de ranking no Google.

 

As taxas de conversão são afetadas?

Com o desempenho do utilizador aumentado devido ao design responsivo, os sites notam um aumento nas taxas de conversão.
Como referimos em cima, é grande a probabilidade de um utilizador abandonar um site caso este não seja responsivo. Portanto, um site responsivo, impede que os utilizadores se dirijam para sites concorrentes.

 

Como testar se o site é responsivo?

O Google possui uma página onde é possível fazer um teste de compatibilidade do site com dispositivos móveis.

 

 

Conclusão

Os dispositivos móveis não são o futuro, mas sim o presente! Ter um site que se adapte a qualquer tamanho de ecrã é crucial nos dias de hoje.

 

Recomenda-se a leitura: Otimização de motores de busca

 

Se necessitar de ajuda em qualquer questão contacte-nos. A equipa da TeraStudio estará à sua disposição para qualquer assunto.

TeraStudio é uma empresa especializada na consultoria e formação. Para a área de Marketing Digital na região de Leiria e Santarém. E tem desenvolvido vários projetos de Webdesign, Gestão de Redes Sociais, Criação de Imagem Institucional, Construção de Sites e Consultoria de Marketing.

 

1 Comment

    Leave a Reply