Segurança na WEB – Proteja os seus dados!

Qualquer computador ligado a uma rede informática é potencialmente vulnerável a um ataque. Um ataque consiste em aproveitar uma falha de um sistema informático (sistema operacional, software ou sistema do utilizador) com propósitos desconhecidos pelo utilizador e, em geral, prejudiciais.

Na maior parte do tempo, esses ataques são lançados automaticamente a partir de computadores infectados (por vírus, Cavalos de Troia etc.), sem o conhecimento do proprietário. Para enfrentar estes ataques, é preciso conhecer os seus principais tipos de forma a tomar medidas preventivas.

Os motivos dos ataques podem ser variados, como obter acesso ao sistema; roubar informações, ou propriedade intelectual; roubar informações pessoais de um utilizador; apropriar-se de dados bancários; informar-se sobre organizações; perturbar o bom funcionamento de um serviço; utilizar o sistema do utilizador como um ‘ressalto’, ou seja, aproveitar uma falha no protocolo FTP para poder entrar no computador; ou usar os recursos do sistema do utilizador, principalmente quando a rede na qual está localizada tem uma largura de banda considerável.

Como se pode proteger de um ataque informático?

Mantenha atualizado o antivírus do seu computador. Não há defesas 100% eficazes para softwares malignos, mas correr regularmente o antivírus, o anti-spyware e ter uma firewall ativada impedem algumas ameaças. Há soluções razoáveis a custo zero.

O sistema operativo da Microsoft também deve estar sempre atualizado, particularmente com todas as atualizações de segurança.

Principalmente! Não abra e-mails, anexos ou links enviados por desconhecidos.

Mesmo que reconheça o endereço eletrónico, analise o conteúdo antes de abri-lo. Estava à espera daquele e-mail? O conteúdo está relacionado com assuntos sobre os quais fala com aquela pessoa? Se possível, contacte o remetente de outra forma para confirmar se lhe enviou de facto a mensagem.

Esteja atento a comportamentos estranhos do computador, por exemplo, começar a bloquear. Se acha que o aparelho foi infetado, desligue-o imediatamente da rede e faça uma análise completa com o antivírus atualizado. Se o problema persistir, peça ajuda a um especialista.

Faça backups regulares dos ficheiros para um disco externo. Desta forma, terá sempre uma cópia de segurança dos seus documentos.

 

Poderá sempre aconselhar-se com o seu parceiro WEB e pedir um diagnóstico de segurança. Se tiver algum dúvida contacte um consultor TeraStudio! Estaremos ao seu dispor para ajudar.

 

Diogo Santos – Consultor e Formador de Marketing Digital na TeraStudio – Marketing Digital

www.linkedin.com/in/diogo-santos-terastudio

Deixe um comentário